A busca da praia perfeita

boicucanga.jpg

Vista da praia de Boiçucanga

Existe uma busca da praia perfeita. É o bom e velho programa de índio. De verdade.  Não lembro muito bem – não lembro muito bem de muita coisa -, mas acho que tudo começou com a busca da praia perfeita. Por isso a minha primeira viagem foi pra Peruíbe. A lembrança mais marcante daquela aventura é a de uma japonesa totalmente inchada, sendo encaminhada ao pronto-socorro mais próximo,  varada pelos mosquitos da prainha que existe, acho que ainda existe, entre Peruíbe e Guaraú.

Uma praia perfeita não deveria ter mosquitos.

ilhabela.jpg

Vista do Saco da Capela, em Ilhabela

Com a idade, a gente vai ficando exigente. Gostaria que tudo fosse como quando tinha mosquito, mas sem o mosquito. A gente dormia em barracas, comia em casa de caiçaras, cagava no mato. Obviamente, chegamos rapidamente à conclusão de que o bom é dormir na cama, tomar banho de chuveiro quente, evacuar decentemente e comer uma boa comida num ambiente charmoso.

Eu não busco mais a praia perfeita. Ficou muito caro. Mas se ela aparecer no caminho, beleza. Boiçucanga, há muuuuuuitos anos, me serviu de base. Tem um belo pôr do sol, conspurcado hoje em dia por uma inacreditável iluminação de sambódromo. Tá virando um lixo.

Descobri, depois de velho, Ilhabela, que também já tem bem menos mosquitos (a foto lá de cima é a vista que temos ao acordar).  O meu programa de índio na ilha é tomar café do Ponto das Letras (no Centro, tel.: 0/xx/12/472-2104. 30 lugares. Seg. a dom.: 9h às 0h30. CC: D, M e V), comer a casquinha de camarão no Viana (na Praia do Viana), jantar no Deck  e de vez em quando ir à Praia da Feiticeira ou à Praia do Pinto, que não são perfeitas mas têm caipirinha, sanduba natural e até cadeira e guarda-sol de aluguel.

casquinha.jpg

O conceito da praia perfeita muda com o tempo. Por isso, hoje, fico feliz com esta vista da Praia do Viana, em Ilhabela

Anúncios

Sobre Beto Paschoalini

É o que dizem por aí.
Esse post foi publicado em Viajandão. Bookmark o link permanente.

4 respostas para A busca da praia perfeita

  1. Parabéns pelo blog, Beto.

    Abraços,

  2. fabio ferreira santos, o batata disse:

    parabens betinho!!!
    divertido, inteligente, tua narrativa bota a gente la, onde vc bem quiser
    ve se atualiza isso regularmente, hein, ja to esperando as continuações…
    gde abraço

  3. gravatinha disse:

    Coisa boa essa da internet. Assim a gente fica mais próximo dos amigos mesmo qd os FDP estão no Viana comendo casquinha 🙂 Grande abraço, sinto muito a vossa falta!

  4. Beto disse:

    Olhaí o Manel Gravatinha!!! Tamos aqui esperando o neném chucrutinho… E a casa nova em Berlim. Bem vindo e grande beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s