Qual é o seu lugar no mundo?

“Paradero de busetas” – sinalizava a placa de trânsito, defronte ao aeroporto de Cartagena das Índias, na Colômbia. Pouco depois, sentado num café, escrevi um cartão postal a um amigo, para não perder a piada (cafajeste, ok…): “Cara, encontrei o meu lugar no mundo”.

Evidentemente, o paradero era de microônibus. Mas o pensamento que me veio, solteiro e solitário à época, encheu-me de arrepios. E me fez rir sozinho durante todo o trajeto entre o aeroporto e o hotel.

Lembrei do episódio por causa do nome deste blog e daquilo que eu creio seja uma forte motivação para qualquer viagem que se faça. Encontrar o nosso lugar no mundo. Lugar físico, geográfico. Mas também afetivo, psicológico.

O Ricardo Freire propõe semanalmente uma enquete em seu blog. Como dizia o velho Chacrinha, em TV, e na internet, nada se cria, tudo se copia. Então eu tô aqui também lançando a minha enquete, sem compromisso de periodicidade, pra testar a participação de vocês.

Vá lá na caixa de comentários e responda: qual é o seu lugar no mundo? Pode ser na sua casa, no seu bairro, na sua cidade, no seu estado, no seu país, no seu continente, no “seu” mundo. Vale tudo.

Digo o(s) meu(s) se você disser o(s) seu(s).

Anúncios

Sobre Beto Paschoalini

É o que dizem por aí.
Esse post foi publicado em Viajandão. Bookmark o link permanente.

20 respostas para Qual é o seu lugar no mundo?

  1. Diogo disse:

    Ah, sei não… acho que o nosso paraíso tá na cabeça. Não dá pro cara ficar se apurrinhando e achando “ah, eu queria muuuito estar lá não sei onde…”.

    Na real, bom mesmo é ir pra poder voltar depois. E um lugar que eu iria, pra depois voltar pra casa, seria Barcelona. Meu, é uma loucura! Barça, mais precisamente a praia de Bogatell 😎

    Podem falar o que quiser de mim, mas lá é o meu chão. No verão só, porque depois voltaria pra cá pra curtir o nosso verão. E assim sucessivamente…

    Abrasss

  2. oanodalargartixa disse:

    Meu lugar no mundo muda muito…continuo buscando…porque, como Lhama Distraída me explicou, meu lugar no mundo não é só um lugar físico, geográfico, mas também afetivo, psicológico. Meus lugares no mundo, por enquanto, são fugazes, de momentos, que me dão a sensação de que existe realmente um lugar “nosso” no mundo, só precisamos descobri-lo…ou tropeçar nele.

  3. thamy disse:

    O meu lugar no mundo é qualquer lugar que me faça feliz naquele instante.
    Escolher um lugar só é impossível. Como é impossível vc escolher o amor de uma só pessoa. Acredito que viemos ao mundo para aproveitarmos todos os lugares e amarmos todas as pessoas legais que estão do nosso lado e merecem.

  4. Beto disse:

    Então é por isso, Thamy, Corvo e Diogo, que o meu lugar é a minha casa, lugar seco e quentinho.
    Só viajo pra voltar, como você Diogo.
    E que nem tu, Corvo, “tropecei nele” até me render aos fatos.
    Também acredito, Thamy, que viemos ao mundo pra aproveitá-lo ao lado das pessoas legais que estão ao nosso lado e que merecem (porque tem umas que não merecem, né?).
    Enfim, zero a zero pra nós.

  5. Beto disse:

    Aê, Diogo, também tô contigo em relação a Barcelona…

  6. Adoro a minha casa. Mas acho que o meu lugar no mundo é praticamente qualquer lugar longe de casa 😀

  7. Diogo disse:

    Barça é o canal, né betão?! AaaaaffffffMaria, quê que é aquilo fio.. 😎

  8. Arthur disse:

    Eu ia dizer Niterói, mas adorei a respsota da thamy.

  9. Eliane Inácio disse:

    Estando em paz comigo , até o meu quarto com o Lion e o Pepeu (gatos) se
    transforma no meu lugar no mundo.

  10. Até uns poucos anos atrás, quando ainda vivia na estrada, concordava com o Freire: meu lugar era longe de casa. Mas eis que o destino me faz hoje viver dentro de uma casa que construí para mim em Pipa… e pronto! Agora já acho que meu lugar no mundo é aqui mesmo em casa, o que não quer dizer que o mundo deixou de ser lindo, hospitaleiro e insuperável em sua carga de emoções. Assim que cansar da vida caseira volto às estradas, é claro. Adorei seu blog. Parabéns!

  11. Beto disse:

    Obrigado, Tito…

  12. Carla2 disse:

    Beto, tô há 2 dias tentando responder a essa questão… mas acho que vou precisar de mais uns 20 anos de terapia para conseguir!! 🙂
    Pior: acho que não vou chegar a um consenso nunca – acho que depende do momento. Tem momentos que é a nossa casa, tem momentos que é o mais longe dela possível… Tem momentos que é o país que se nasceu, em outros é um país elegido para ser amado…
    Se um dia eu tiver uma resposta simples, direta, eu te conto!
    bjs,

  13. Carmen disse:

    Mi lugar en el mundo es aquel en el que esté mi hogar, mi casa.

    Puede variar y puedo cambiar de lugar, pero siempre buscaría hacerlo habitable y hacer de ese nuevo sítio mi nuevo lugar en el mundo.

    Creo que podría vivir en cualquier lugar excepto en donde impere la violencia social y tampoco podría hacerlo en donde las mujeres no puedan ser libres y tener iguales derechos al hombre.

    No podría vivir en un lugar sin justicia, sin derechos y sin espacios para la comunidad, es algo que tengo asimilado desde que era muy pequeña.

  14. disse:

    Beto, meu lugar no mundo é onde minha “gata” e meus “filhotes” estão. Quando não estou com eles, estou fora do meu mundo, totalmente deslocado. Mas quando estou com eles, estou no paraíso, seja onde for.

    Legal, Beto. Gosto muito do seu blog. Valeu! :mrgreen:

  15. disse:

    Acho…que meu lugar no mundo esta mim mesma, só ainda não consegui achar-lo,mas sinto estar dentro e próximo.

    Eu ainda acho!

  16. Marcia Davis disse:

    Beto,

    Amei seu blog, uma surpresa muito boa. Eu nao sabia dele, sou fa do Ricardo Freire e soube hoje pela Tete’ desta estoria toda. Parabens!!
    A proposito: meu lugar no mundo e’ no centro geometrico da Piazza San Marco,em Venezia.
    Bjs,
    Marcia

  17. Beto disse:

    Como se vê, a Márcia tá boa de ídolo e de lugar. O mundo gira e a lusitana roda, né Márcia?

  18. Zuzu disse:

    Estou a procura desta resposta a muito tempo e acho que estou longe de encontra-la. nao me sinto de lugar nenhum, talvez porque a minha vida sempre foi muito diferente daquilo que eu gostaria que fosse. Estou fora do Brasil a quase 3 anos e ja viajei muito por muitos lugares mas nao me sinto de lugar nenhum. As vezes penso em voltar ao Brasil para morar novamente mas nao me vejo mais la. Penso que para encontramos este lugar devemos primeiro nos encontrar e procurar fazer aquilo que realmente amamos. Acredito que devemos sempre mudar aquilo que nao nos fazem felizes, estou procurando respostas e meu lugar. bjo a todos!!

  19. Ingrid disse:

    Meu lugar no mundo….
    Nunca pensei assim.
    mas hj eu parei p pensar e o meu lugar é perto de Deus ,junto de quem amo!
    Estar perto das coisas que te fazem feliz é o mais importante da vida!

  20. eu disse:

    Concordo com a Ingrid, acho q as pessoas não voltam para um lugar em sí, ela só volta para alguém que ela considere importante.B)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s