De onde vem o baião

ermete2Tava eu navegando quando dei de cara com esta foto. É do meu avô, que a esta altura teria uns 120 anos. Algum primo botou na rede. Quando fizeram essa foto eu devia ser muito pequeno, ou talvez nem tivesse nascido.

Lembro de achar que ele andava muito, por ir da casa dele à minha a pé. Lembro dele usar chapéu e de ser muito magro, mas eu não tinha malícia pra registrar o olhar e a pose cheia de marra.

O meu avô chamava-se Ermete, Ermete Pasqualini. Nunca vi mais ninguém chamado Ermete (*), mas obviamente deve haver muitos, eu é que não viajei o bastante.

O tipo não era exatamente um monge, vê-se. Eu pouco convivi com ele, mas percebia o carinho que ele tinha por mim, no meio de dezenas de netos.

Ele chegou em São Paulo no dia 24 de julho de 1891, com 5 anos. Era o menor dos filhos de Luigi e Filomena, que obviamente não conheci. Seus irmãos, eram Felice, de 8 anos; Giorge, 12; Carolina, 16; Cesira, 19; e Luigia, 21.

occhiobello

Não sei por que sairam de Occhiobello (na foto, capturada no Google Maps), uma cidadezinha à margem do Pó, na província de Rovigo, região do Vêneto, para vir morar em São Paulo. Com certeza eles não vieram num cruzeiro turístico dançando a Macarena. A macarena, na época, era muito mais embaixo.

Não tenho a mínima idéia do que aconteceu com a família. Pulverizou.

O velho casou com Catarina Pulicci, filha brasilleira de italianos acho que do Friuli, fronteira com a Áustria, com quem teve 8 filhos, entre eles meu pai. Foi motorista de táxi e dono da padaria da minha avó (sem gracinhas com a avó dos outros, hein!), mas eu lembro dele mesmo é fumando a piteira, recostado numa cadeira de balanço, num velho chalé no Campo Grande, em Santos, onde havia um galinheiro incrível e muitas árvores frutíferas.

Adorava a mão dele. Quando a gente chegava, ele estendia a direita para o beijo: “Bênção, vô!”.  Não era um ritual ruim (ruim era o patriarcalismo). Eu gostava daquelas mãos cheias de ossos e veias e até hoje adoro mãos assim. Deviam também ter cheiro de tabaco, porque ele fumava adoidado. A foto taí pra não me deixar mentir o tempo todo. Deve ter exercido uma forte influência sobre nós, pois meu pai fumava que nem doido, meu irmão foi atrás e eu, com no máximo 7 anos, fiquei uma vez de tocaia ao lado da varanda de casa, recolhendo as guimbas que ele arremessava para matá-las escondido.

Morreu completamente esclerosado, paquerando enfermeiras e ameaçando enfermeiros. Seu último gesto digno de registro, que eu lembre, foi ter saído nu pelos corredores do hospital.

O que isso tem a ver com O meu lugar? Adivinha!

(*) Atualização: consultando o Oráculo de Delfos, descobri que Ermete é o mesmo que Hermes, um nome, como todo mundo sabe, comum nas músicas do Benjor.

Anúncios

Sobre Beto Paschoalini

É o que dizem por aí.
Esse post foi publicado em Viajandão. Bookmark o link permanente.

8 respostas para De onde vem o baião

  1. Ora, ora, o baião sempre vem de algum lugar!

  2. Diogo disse:

    o teu rebolado e malemolência tem nome e sobrenome: ermete pasqualini. sensacional o entróito das peripécias do velho. sabe das coisas, tem pedigree!

    bjo grande.

  3. Beto disse:

    Tu viu, Diogo? Sacou o topete? E a pose? Influenciou o Keith Richards, meu chapa… Beijos.

  4. Diogo disse:

    porra, o velho bota o keith richards no bolso!! influenciou toda uma legião do rock’n’roll 😎

  5. Carmen disse:

    O seu avô tem um ar a Jack Kerouac ( o pai dele pode ser familiar do seu avô…) Jack Kerouac viajó “on the road” e o seu avô viajó muito longe do seu pais “on the ship”. Ambos tem ar interessante!

  6. Kinha disse:

    No dia 30 de Março, estarei embarcando em um cruzeiro Santos(Brazil)/Veneza(Itália) no navio “Splendour of the Sea”. Visitarei 3 continentes, 8 países e mais de 20 cidades.
    Farei postagens diárias e com fotos, e espero a sua companhia nesta grande viagem. Desde já espero sua visita.
    http://amigadamoda.blogspot.com

  7. Mike disse:

    First blog I read after wakeup from sleep today!

    ________________________
    Proven! How to cure Acne Naturally.Email to mike.wilson80@ymail.com for more information.

  8. Rosangela Pasqualini disse:

    ADOREI MUITO O SEU COMENTÁRIO…
    APESAR DE SER MUITO MAIS NOVA QUE VC (RSRSR)EU TB ME LEMBRO MUITO DELE, PRINCIPAMENTE PORQUE NOS ULTIMOS CINCO ANOS DE SUA VIDA ELE MOROU COM A GENTE NA PRINCESA ISABEL E POR MUITAS VEZES ELE FUGIU PELADO PELA RUA…RRSSRS
    GOSTARIA DE MOSTRAR ISSO PARA O MEU PAI…HOJE PRINCIPALMENTE… ESTOU MUITO TRISTE COM ELE… ELE NÃO COLABORA NEM UM POUCO NA DOENÇA DE MINHA MÃE.
    A DISTANCIA NÃO ME FAZ ESQUECER DE VC E DE TODA A NOSSA FAMÍLIA.
    SINTA-SE BEIJADO POR MIM.
    RO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s