Quinta-feira vazia, em Saint Tropez

Quinta-feira sem graça, nem sol, nem chuva, temperatura assim-assim. Era uma tarde dessas, como hoje, em Saint Tropez, há um ano. Nada pra fazer, a não ser repetir clichês.

sp25_260507-407

Um dia em busca do pain aux raisins perdido. Um dia olhando os babacas de frente pro mar. Um dia pensando em como eram bons aqueles velhos tempos, se hoje em dia ainda assim é tão bom.

sp25_260507-416

Um dia sem galhos pra quebrar, sem horário pra chegar, um dia vadio na Côte D’Azur.  

sp25_260507-412

Saint Tropez um dia já foi. Mas ainda é, diferente. Menos espontânea, mais mercante, ainda assim, simples e bela como um barco, uma rede, uma gaivota navegando no ar.

sp25_260507-417

Uma tarde de quinta, em vez de trabalho, rotina e pentelhação, vadiagem na rua do Clocher, contando tons de ocre e espiando pelas frestas.

sp25_260507-396

Um dia admirando portas e janelas, como se pra isso fosse preciso atravessar o mar, não bastando só pensar.

sp25_260507-415

Um dia pra olhar a vista, de quem já foi, de quem está, de quem vai e que gostaria de ir e ali ficar.

sp25_260507-403

Ficar ali, morto e enterrado, pra sempre, sem reclamar das sombras… 

sp25_260507-404
… da memória perdida, do tempo mal gasto, do vermes da terra.

sp25_260507-405

Se não é bom pra morrer, quinta-feira é sempre um bom dia pra olhar o mar.

sp25_260507-440

Sondar o movimento dos barcos, o por-do-sol.

sp25_260507-4411

E, nos últimos raios do dia, pensar que um dia, talvez numa quinta-feira igualmente vazia, o melhor a fazer tenha sido olhar os homens jogando bola numa praça de terra, sem noção da fantasia.

sp25_260507-451

Anúncios

Sobre Beto Paschoalini

É o que dizem por aí.
Esse post foi publicado em Côte d'Azur, França, Viajandão e marcado . Guardar link permanente.

18 respostas para Quinta-feira vazia, em Saint Tropez

  1. Diogo disse:

    poesia. é disso que eu chamo teus textos. fico triste quando terminam. juro.

    um beijo,

    diogo

  2. Beto disse:

    Dioguito, quero o meu guiazito. Beijito

  3. sônia disse:

    Nada como trabalhar para ver que trabalho só presta para isso: conhecer Saint Tropez, e sentir saudades porque já estamos a trabalhar novamente.
    E o pior é que eu, agora que estou sem trabalhar, sinto uma pontinha de inveja (só uma pontinha) de ti.
    beijos também para a Teté.

  4. Mary_Flor disse:

    Saint Tropez…
    ô lugar lindo!

    Bom..teu blog é lindo, as fotos, os textos..

    Hehehe..e pessoas como eu..duras de grana tem o privilégio de conhecer essas belezuras aqui, pelo teu blog!
    Mas um dia eu chego lá!

    Beijos^^
    Bom final de semana

  5. Pingback: Charada da 6a.: carpete na praia | Viaje na Viagem

  6. LINDAS fotos, revelam um olhar bem fotográfico de quem já tem experiência, além de algum romantismo. Bonitas mesmo, são meu tipo de fotos. Tenho acompanhado toda a sua viagem, desde o porimeiro, especialmente porque eu estive na região há cerca de nove anos e tenho muita vontade de rever, novamente planejar uma viagem à Costa Azul. Não fui a St. Tropez, apenas passei por ela, porque preferia na época ficar um dia em Nice, e eu não tinha mais dias pra ficar. Não gostei muito de Nice, e me arrependo muito de não ter ficado em St. Tropez, ainda mais agora vendo isso tudo…

    Belo trabalho. Dá saudades, não?

  7. Toni Gravata disse:

    Nunca estive em St Tropez mas também não fiquei com vontade de visitar. As imagens mostram um ambiente tão triste (com cemitério e tudo!)que não não me motivam de todo! Estará o meu estado de espírito a distorcer o que vejo?
    Gostei mais da Provence.
    Abraços Beto.

  8. Beto disse:

    Toni, um cemitério com uma vista daquelas é o menos triste que pode ser um cemitério. De triste, Saint Tropez não tem nada. No verão, é agitada e turística demais pro meu gosto. Mas o que conserva de autenticidade vale a visita. É um belo lugar.

  9. Isabel O., Portugal disse:

    Olá Beto
    E que tal andar um bocadinho para Norte?
    Sempre me dava uma ajudinha na viagem do Verão.
    Gosto sempre das suas fotos.
    Beijinhos

  10. Carmen disse:

    Meu Déus! Você é um poeta. Escreve de tal forma que me conmove. Gostei do texto! Eu estava ali… en Saint Tropez…

  11. Beto disse:

    Isabel, não conheço nada do norte da França. Lamento.

  12. Emília disse:

    Beto, adorei a sua visão do lado sossegado de St Tropez. Também achei que a cidade tem um lado B saboroso, bem diferente da primeira visão do porto. Que saudades de uma tarde sossegada de bater pernas por ali… 😉

  13. mikix10 disse:

    É engraçado… mas eu não amei St Tropez, preciso voltar para tirar o “mau olhado”.
    Abs

  14. Arthur disse:

    Bom, pelo menos o cemitério tem vista para o mar 😉

  15. Pedro Guerra disse:

    Olá Beto,

    Parabéns pela iniciativa de escrever um blog sobre viagem e turismo.
    Desejo-lhe sucesso!
    Um abraço,

  16. Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com disse:

    Oi Beto, lindo seu texto, me deu vontade de voltar pra St Tropez. Achei a ultima foto lindissima; adorei conhecer vcs. Beijo pra Teté.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s